Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2017

Morar no centro [city] é bom?

Imagem
Quando ainda estávamos no Brasil, sempre cogitamos ir morar no centro, por ser próximo da escola, por ter uma grande oferta de transporte públicos e por conveniência mesmo. Mesmo sem saber a localização exata que a gente ia morar, vimos pelo Google Maps a quantidade de supermercados, pontos de ônibus ou estações de trem pelas redondezas. Assim que chegamos, procurar um lar foi a nossa primeira preocupação, já que estávamos ficando poucos dias em um apart-hotel [clique AQUI pra ver como se desenrolou essa história]. Como não tínhamos muito tempo pra procurar imóvel, o centro se tornou ainda mais atrativo, já que ainda não conhecíamos nada da cidade, onde era bom de morar ou não.

Enfim, está chegando a hora de sair do nosso primeiro cantinho aqui na Austrália. Depois de 7 meses vivendo no centro posso falar um pouco sobre os prós e contras, o que não significa que seja uma verdade absoluta, apenas nosso ponto de vista e experiência própria,
Prós Grande quantidade de comércio e serviços n…

6 meses de Austrália!

Imagem
Dia 21 de março fizemos 6 meses de Austrália. Já era pra ter passado por aqui antes, mas com a correria de fim de curso, escolha do novo lar e renovação de visto, fiquei meio sem tempo de parar e escrever. Coincidentemente com todas essas "mudanças" que estão ocorrendo agora, chegou o outono... é época de renovação e de olhar pra frente! E o blog também tinha que acompanhar essa nova fase... Layout novo e ideias para serem postas em práticas em breve...


Estava conversando com Adriano e com umas amigas... ao mesmo tempo que parece que o tempo voou, parece também que já estamos aqui há muito tempo. Quando páro pra pensar na minha vida no Brasil, tenho a impressão de que tudo aconteceu semana passada, mas quando vejo o quanto já vivemos aqui na Austrália... parece muito mais do que 6 meses! Amadurecemos, mudamos, aprendemos a ver o mundo e as pessoas de outro jeito.
Como não temos nossa família por perto, temos um ao outro mais do que nunca, o que nos encaminha para uma independê…