O maior perrengue!

Tava demorando pra acontecer algum perrengue com a gente por aqui... hehehe...

Era um sábado como outro qualquer, mas decidimos ir comprar umas coisinhas no Officeworks, chegamos meio cansados, almoçamos e decidimos ir no supermercado comprar carnes e bebidas pra o aniver de uma amiga. Acho que era um pouco mais de meio dia, e o aniver começaria umas 14h. Saímos de casa e quando fomos procurar a chave pra fechar a porta... cadê a chave? Estava dentro de casa e pensamos rapidamente... "é só abrir a porta e pegar"... #sóquenão... A porta fecha sozinha e nós não sabíamos. Na verdade, desconfiávamos... A gente já tinha feito um teste, mas depende de como você fechou por dentro de casa, porque pelo lado de dentro, é como porta de banheiro. Pro nosso azar, a porta não abriu. Pra nossa sorte, Adriano estava com carteira e celular [eu estava sem nada]. 

Ligamos pra um amigo nosso que mora aqui e ele sugeriu que ligássemos pra dona do apartamento pra ver se ela tinha uma chave reserva. Mandei uma mensagem, mas sem resposta. Outro detalhe: aqui não tem porteiro, e a porta principal do prédio só abre com uma chavezinha tipo um sensor. Então Adriano saiu pra procurar algum chaveiro e eu fiquei dentro do prédio pra abrir a porta quando ele chegasse [tem um interruptor que você aperta por dentro do prédio, pra destravar a porta].

Essa é a minha chave. Tanto a minha quanto a de Adriano ficaram
dentro de casa =/  Aquele negócio cinza é a "chave" da porta
principal do prédio.
Esse nosso amigo veio nos ajudar, e ligou pra vários chaveiros que ele conhecia. Todos na faixa de U$ 200,00, mas nenhum estava disponível naquela hora. Eles dois foram procurar chaveiros por aqui, e nada! Foi quando Adriano decidiu perguntar ao nosso vizinho se ele poderia pular da varanda dele pra nossa, porque talvez a porta da varanda estivesse aberta. Ele pulou [a gente mora no primeiro andar], mas a porta estava fechada.


Esse é o vão entre uma varanda e outra. Adriano
colocou a escada entre elas e passou por cima.

Quando tudo parecia perdido, a dona do apartamento respondeu minha mensagem e disse que a gente poderia ir buscar na casa dela [uma hora de carro daqui da City... se não fosse nosso amigo, nem sei como a gente ia pegar essa chave]. Só que... ela não tinha aquela chave da porta principal do prédio... Quando chegamos novamente no prédio [umas 7h da noite], tivemos que esperar alguém entrar, pra gente poder aproveitar a porta aberta e entrar também. Graças a Deus não demorou muito, mas o pessoal ficou meio desconfiado com a gente entrando sem chave. Fazer o quê né... a gente precisava entrar! 

Ainda bem que tudo deu certo! Nunca mais a gente esquece essa chave...

See ya!

Comentários

  1. Eita Alana que perrengue, mas dos males o menor não é verdade? beijão

    ResponderExcluir
  2. Carambaaaa que burocracia rs.. nunca mais deixam as chaves né? mas chocada mesmo eu fiquei c o valor do chaveiro =0 aqui dei 20 reais e um abriu minha casa com arame kkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca mais!!! kkkk depois dessa...
      É muito caro mesmo, e em fim de semana eh horrível achar um disponível...

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Visto de estudante + acompanhante

10 meses de Austrália!

O primeiro camping! The first camping! [1]

O dia que conhecemos os cangurus

A renovação no nosso visto