Os primeiros dias...

No nosso primeiro dia em Perth [uma quinta-feira] acordamos cedo, vestimos uma roupa quentinha e fomos dar uma volta, a pé... De cara já pegamos o caminho errado... Tinha uma obra na rua e quando a gente tava se aproximando, um dos trabalhadores disse que a gente não podia passar por ali. Atravessou a rua conosco e explicou o caminho que deveríamos ir. Então, fomos caminhando até chegar no centro [ou na City].


Avistando a City... 
De longe a gente já conseguia ver os famosos prédios que tanto víamos pela internet =D No caminho, vimos igrejas, praças... e não demorou para que chegássemos no centro. Achamos o Coles [supermercado], eu fiquei doidinha com os preços [baratos] e fizemos uma feirinha inicial. Voltamos pra “casa” e fizemos nosso almoço. Tiramos uma sonequinha, e só acordamos quase 5h da tarde! Aí começamos a trocar o dia noite e o “jet lag” começou a pegar... Nesse dia, mesmo tarde, saímos pra passear pelo centro. Fomos direto na Elizabeth Quay, um lugar lindo lindo lindo... Na volta, passamos pelo famoso Hungry Jack’s [Burguer King Company] e compramos uns sandubas =D

Elizabeth Quay =D

Mais da Elizabeth Quay

Ainda Elizabeth Quay =D

Eu no Coles... 
A city!

City à noite
Os próximos dias foram meio estressantes, tanto porque a gente não estava conseguindo dormir direito – tínhamos muito sono a tarde, não conseguíamos dormir cedo e ainda acordávamos na madrugada –, tava muito frio [chegou a fazer 4°C] e eu estava preocupada com a acomodação, porque na terça-feira a gente tinha que deixar o hotel/apartamento. Então, começamos a busca pelo nosso apartamento. Na sexta-feira, conseguimos agendar a inspeção de um imóvel [vimos no site da Real State ou Reiwa, não lembro qual]. Quase que a gente não chega, porque o GPS estava apontando pro lugar errado... Uma correria danada. Mas chegamos! Chegando lá, tinha mais duas meninas interessadas também. Não gostei muito do apartamento, mas não gostei MESMO do condomínio... Parecia meio que a “Vila do Chaves”, e uma coisa que pesou bastante pra mim, foi que não tinha máquina de lavar, apenas lavanderia comunitária [isso é bem comum por aqui]... E era $2 a lavagem de roupa e $1 para secar. Mas, a corretora nos deu um formulário de aplicação e disse que enviássemos pra ela caso a gente tivesse interesse. Ela então escolheria o mais apto para alugar o apartamento, dentre os interessados.

Voltando pra casa, nós conversamos e olhamos o formulário. Deu uma desanimada porque era tanto documento pra comprovar que achamos melhor olhar pelo GumTree e ver os imóveis de proprietários, não de imobiliárias. Eu tinha recebido por whatsapp [de uma conhecida que mora aqui], um anúncio de um apartamento pra alugar bem pertinho de onde a gente estava hospedado. Conseguimos marcar pro sábado logo cedo. Como era bem perto, saímos uns 30 minutos antes e ficamos caminhando pela vizinhança. Chegou a hora, vimos o apartamento e mais uma vez não gostamos [ah, também não tinha máquina de lavar]... =/ Em casa, já batendo o desespero, olhamos mais pelo GumTree [ah, a gente estava procurando um apartamento que fosse próximo da escola e de algum supermercado] e conseguimos marcar duas inspeções pro mesmo dia. O primeiro imóvel que vimos tinha uma localização muito boa, e o apartamento também era bom [não era AQUELE apartamento, mas foi o melhor que tínhamos visto]. Não tinha máquina de lavar, mas eu já estava deixando esse detalhe de lado... Saindo desse apartamento, Adriano gostou tanto que disse que nem queria olhar o outro. Aí eu falei: “Nada disso, e se o outro for melhor?” E era BEM melhor... mas eu conto em outro post, porque esse foi o nosso escolhido e merece um post exclusivo! =D

O domingo já foi mais tranquilo porque praticamente o apartamento já era nosso. O formulário de aplicação era bem mais simples que o de imobiliária. Tiramos umas dúvidas com uns amigos nossos que moram aqui, preenchemos e enviamos pra proprietária, pra ela ver se aprovaria. Dando tudo certo, ela nos daria as chaves na segunda, quando efetuaríamos o pagamento do Bond [é tipo uma quantia que você paga quando entra no imóvel. Se tiver tudo ok quando você sai dele, essa quantia retorna pra você. Se não tiver, eles descontam o valor dos ‘possíveis reparos’] e de duas semanas de aluguel adiantado. Ah, um detalhe que esqueci de dizer é que a agência já tinha aberto nossa conta no banco e fomos ativar no primeiro ou segundo dia aqui.

Então, no domingo, um desses amigos nos chamou pra ir ao aniversário do filhinho dele, de 2 anos. Ele nos ensinou como chegar na estação de trem mais próxima à casa dele e, chegando lá, ele foi nos pegar. Amei andar de “train”... e também vai ter post sobre isso. Chegando lá conhecemos eles pessoalmente e mais brasileiros que estão morando aqui. Comemos coxinha, empadinha, feijoada e brigadeiro! Tudo muito bom!

No "train"
Aniversário do Mateus

Ainda no domingo recebemos a confirmação [da proprietária] de que ficaríamos com o apê... Já na segunda-feira, marcamos de 11h com ela, que nos mostrou onde colocar o lixo, como usar a máquina de lavar e secar, entre outras coisas... Siiiim, nosso apê tem máquina de lavaaar! Conto todos os detalhes no próximo post! =D

Comentários

  1. Vocês não conheciam as pessoas? Eram apenas conhecidos de internet?
    Muito receptivos eles, amei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conhecíamos!!! kkkkk eles eram amigos de primos nossos. Mas agora são nossos amigos e família aqui! =D

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Visto de estudante + acompanhante

10 meses de Austrália!

O primeiro camping! The first camping! [1]

O dia que conhecemos os cangurus

A renovação no nosso visto